34° Congresso das mulheres Luteranas - Distrito Paulista
Aconteceu nos dias 20 e 21 de outubro de 2018 o 34° Congresso das mulheres Luteranas do Distri ...
XXXIII Congresso JELB\DP
Aconteceu entre os dias 21 a 23 de setembro de 2018, em Campo Limpo Paulista, o XXXIII Congres ...
Posicionamento oficial da IELB sobre as eleições
Confira o posicionamento da Diretoria Nacional da IELB em relação à Política e Eleições ...
WhatsApp da CELE
Você gostaria de receber as notícias, programações e mensagens da CELE? ...
Temática da IELB para 2018
Vou viver e anunciar o que o Senhor tem feito! No lugar onde fui colocado por Deus. ...
Hino dos 500 anos da Reforma Luterana - IELB
Vencedor do concurso do hino dos 500 anos da Reforma Protestante - IELB ...
500 anos da Reforma Luterana - Sem intermediários
Segundo video de uma série sobre os 500 anos da Reforma Luterana ...
500 anos da Reforma Luterana - Como tudo começou
Primeiro video de uma série interessante sobre a Reforma Luterana ...
foto: Internet
Os três Pedros
Aproveitando a Semana da Pátria, onde somos convidados a apreciar o civismo e cultivar o amor pelo Brasil, queremos lhes convidar a apreciar três personalidades bem distintas, separadas pelo tempo.
Aproveitando a Semana da Pátria, onde somos convidados a apreciar o civismo e cultivar o amor pelo Brasil, queremos lhes convidar a apreciar três personalidades bem distintas, separadas pelo tempo. São três Pedros que deixaram seus nomes gravados nas páginas de nossa história.

Comecemos pelo grande proclamador da República, Dom Pedro I, o qual fico a imaginar a certidão quilométrica de Batismo com seu nome completo: Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon. Mais fácil chamá-lo de Dom Pedro I, não é mesmo? Conta-nos a história de que no dia 7 de setembro de 1822, o nosso Dom Pedro I anunciou independência ou morte. E cá estamos nós, vivendo no Brasil livre de Portugal e ao mesmo tempo refém de si mesmo, ou melhor, refém de um sistema corrupto que arrecada fortunas e repassa para a população migalhas.

E como não falar de outro Pedro, bem mais velho que o Dom Pedro I, mas que vinha do mesmo continente europeu. Estou falando de Pedro Álvares Cabral, grande navegador. Assim nos é ensinado oficialmente de que Pedro Álvares Cabral e toda a sua comitiva gostaria de ir para a Índia, mas que no dia 22 de Abril de 1.500 acabaram chegando em um local diferente, o qual foi chamado por eles de Ilha de Vera Cruz – que hoje é a nossa pátria amada. E imagino que Pedro Álvares Cabral também tenha participado da primeira celebração cristã em solo brasileiro, em 26 de Abril de 1.500, em pleno domingo de Páscoa, ali mesmo, na terra recém descoberta.

E agora, dando um salto bem maior em direção ao passado, lhes convido a apreciar o terceiro Pedro. À exemplo do Pedro descobridor do Brasil, este Pedro também conhecia muito bem o barco e a água. Estou falando do apóstolo Pedro, o pescador que foi chamado por Jesus para ser pescador de gente. É da boca deste Pedro que surge uma das mais belas e convictas confissões a respeito de Jesus: “O senhor é o Messias, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16.16). Esta confissão de fé é tão verdadeira que Jesus mesmo mostra que esta confissão foi revelada a Pedro pelo próprio Deus e que, sobre esta confissão (e não sobre Pedro), Jesus construiria a sua igreja cristã pelos quatro cantos do mundo.

Juntando os três Pedros, juntando a fé cristã em solo brasileiro, é importante lembrar das palavras do Pedro que foi discípulo do Salvador Jesus: “Por causa do Senhor, sejam obedientes a toda autoridade humana: ao Imperador, que é a mais alta autoridade; e aos governantes, que são escolhidos por ele para castigar os criminosos e elogiar os que fazem o bem. Pois Deus quer que vocês façam o bem para que os ignorantes e tolos não tenham nada que dizer contra vocês. Vivam como pessoas livres. Não usem a liberdade para encobrir o mal, mas vivam como escravos de Deus. Respeitem todas as pessoas, amem os seus irmãos na fé, temam a Deus e respeitem o Imperador. (1Pedro 2.13-17).

Ore pelo Brasil. Viva no Brasil a sua fé cristã. Ore e viva para que mais brasileiros confessem, como Pedro, de que Jesus é o Salvador, o Filho do Deus vivo!
Bruno A. Krüger Serves
Pastor Luterano
quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Luterana Ebenézer
Congregação Evangélica Luterana Ebenézer
Considerada Utilidade Pública Lei nº 374/1971
Filiada à IELB - Igreja Evangélica Luterana do Brasil
Rua Januário Zíngaro, 51 – Campo Limpo – São Paulo – SP – CEP 05794-300
Tel: (11) 5841-4254 - E-mail: luteranaebenezersp@gmail.com
2010-2018 - Todos os Direitos Reservados - Luterana Ebenézer
Desenvolvido por: Wagner Jann