Confirmação 2017
12 de Novembro foi um dia especial na CELE. ...
Culto distrital - 500 anos da Reforma
Simplesmente Maravilhoso ...
Campanha Mude o Brasil pela Bíblia 2017
No ano em que se celebram os 500 anos da Reforma, vamos colocar a Bíblia no centro da vida do ...
Profissão de Fé na CELE
Dia 09 de julho, foi mais um dia muito especial para a nossa congregação. ...
Hino dos 500 anos da Reforma Luterana - IELB
Vencedor do concurso do hino dos 500 anos da Reforma Protestante - IELB ...
500 anos da Reforma Luterana - Sem intermediários
Segundo video de uma série sobre os 500 anos da Reforma Luterana ...
500 anos da Reforma Luterana - Como tudo começou
Primeiro video de uma série interessante sobre a Reforma Luterana ...
Campanha Mude o Brasil pela Bíblia 2017
No ano em que se celebram os 500 anos da Reforma, vamos colocar a Bíblia no centro da vida do ...
foto: Internet
Esporte - Diversão de corpo e alma
Depois que o imperador Teodósio aboliu os Jogos Olímpicos no ano 393, a humanidade viveu dominada pela ideia de que diversão é pecado
Esporte – diversão de corpo e alma

Depois que o imperador Teodósio aboliu os Jogos Olímpicos no ano 393, a humanidade viveu dominada pela ideia de que diversão é pecado, de que o espírito é mais importante que o corpo. Um desprezo à sabedoria bíblica, que a melhor coisa que alguém pode fazer é se divertir, algo que também vem de Deus (Ec 2.24), que o ser humano é alma e corpo – uma parte não desmerece a outra. No auge de tempos antiesportivos, o teólogo francês Tomás de Aquilo (1225-1274) largou na corrida contra o ascetismo ao defender que “o ser humano moderado deseja coisas agradáveis para conservar sua saúde e manter seu corpo em boa forma”. Quem sabe, daí a origem francesa da palavra esporte – desport, “divertimento”.

Seguidor às ideias de Tomás de Aquino, Lutero (1483-1546) saltou sem vara para longe da vida asceta sobre os muros do mosteiro e, podemos dizer, entregou a tocha ao Barão de Coubertin. O alemão não pretendia uma medalha de ouro, apenas exercitar uma igreja fora de forma, sedentária, doente. Seu esforço devolveu, além de saúde ao espírito, prazer da vida ao corpo, liberdade de pensamento, um mundo mais esportivo na origem da palavra. 

Mas, se nos tempos passados o corpo foi menosprezado, hoje é a alma que fica para trás. É o doping da moderação, equilíbrio, sensatez. O que adianta um corpo bonito, atlético, cheio de músculos, no estilo fitness, se o espírito é fraco, doente, despreparado para os exercícios da vida completa? O culto ao corpo não é apenas um modo de vida, mas um modo de morte.

Por isto o alerta da Bíblia, que assim como um atleta treina para receber uma coroa de folhas de louro, algo que não dura muito, nós devemos treinar para receber um prêmio eterno. Que treino é este? Algo parecido com o que estamos vendo nos Jogos Olímpicos. Nenhuma medalha é colocada no peito do atleta sem coragem e sacrifício. Ou seja, nenhum prêmio é oferecido sem o esforço e a vitória de Cristo, e sem o compromisso neste prêmio, fé na vitória que transforma a vida humana num sacrifício “bom, perfeito e agradável” (Rm 12.2). Ou seja, um esporte do corpo e da alma, algo bem mais divertido.

Marcos Schmidt
marcos.ielb@gmail.com
Pastor da Igreja Evangélica Luterana do Brasil
Novo Hamburgo, 9 de agosto de 2016
Marcos Schmidt
Pastor Luterano
terça-feira, 9 de agosto de 2016

Luterana Ebenézer
Congregação Evangélica Luterana Ebenézer
Considerada Utilidade Pública Lei nº 374/1971
Filiada à IELB - Igreja Evangélica Luterana do Brasil
Rua Januário Zíngaro, 51 – Campo Limpo – São Paulo – SP – CEP 05794-300
Tel: (11) 5841-4254 - E-mail: luteranaebenezersp@gmail.com
2010-2017 - Todos os Direitos Reservados - Luterana Ebenézer
Desenvolvido por: Wagner Jann